Teatro Folha    

Área Público VIP

Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos e promoções exclusivas Cadastrar
Esqueci a senha
Agora e na Hora


Estreia em Janeiro.
Em cartaz sextas, sábados e domingos.

“Agora e na Hora” é a peça de estreia do jornalista e escritor Luis Erlanger.  A montagem assinada pelo diretor teatral e cineasta Walter Lima Junior, traz André Gonçalves no papel do protagonista e os atores Amandha Lee e Rodolfo Mesquita desdobrando-se nos outros personagens da trama.

“Nossa trajetória na Terra pode ser vista como uma tragédia – afinal, todos morrem no final – mas é risível a forma patética como nós, humanos, ainda nos consideramos seres superiores na natureza e esperamos um tratamento especial por parte dela ou por quem está no seu comando”, reflete Erlanger. “Partindo dessa ideia, questionei, entre outras coisas, se um sacerdote, que acredita e prega a vida eterna, permaneceria tão convicto e sereno diante da iminência da própria morte”.

Com status de celebridade em sua paróquia, o jovem padre Emanuel (André Gonçalves) de apenas 30 anos, é diagnosticado com câncer em estado avançado após sofrer um desmaio durante a missa. Com pouco tempo de vida e inconformado com a inesperada notícia, abandona a batina e parte em busca de respostas em outros credos. Pregações evangélicas, Santo Daime, sessões espíritas e consultas a uma mãe de santo norteiam a sua busca, ao longo da qual descobre as drogas e o sexo, além das  discussões filosóficas que faz com um amigo de infância que se tornou traficante. “Religiões são diferentes possibilidades de se falar com Deus, assim como o próprio teatro dá diferentes possibilidades de se falar sobre algo”, compara André, que iniciou a carreira de ator com o diretor Walter Lima Junior há três décadas. “Estreei com ele aos 12 anos, em uma minissérie televisiva. E também estou reencontrando a Amandha, com quem já havia trabalhado há quase 15 anos”.

Em sua jornada, Emanuel cruza os mais diferentes personagens, todos interpretados por Amandha Lee ou Rodolfo Mesquita: “É inegavelmente desafiador por ser uma oportunidade rara de construir tipos tão diferentes dentro de um mesmo espetáculo”, conta Amandha, que interpreta da mãe do sacerdote à prostituta que o desvirgina.

FICHA TÉCNICA

Texto: Luis Erlanger
Direção: Walter Lima Junior
Assistência de direção: Carlos André Martins (Careca)

Elenco:

André Gonçalves – Padre Emanuel
Amandha Lee – Beata / Secretária / Garota de programa / Mãe-de-santo / Mãe / Médium
Rodolfo Mesquita – Sacristão / Oncologista / Pastor / Traficante / Daimista / Padre

Cenografia: Fernando Mello da Costa
Figurinos: Inês Salgado
Iluminação: Daniel Galvan
Trilha sonora: Pedro Silveira
Produção executiva: Dani Carvalho e Renata Alvarenga
Direção de produção: José Gonzaga Araújo
Elaboração e administração: Bianca Ramos
Patrocínio: Petrobras
Realização: Pedra Corrida Produções
Fotos: Leo Aversa e Cristina Granato


SERVIÇO: AGORA E NA HORA

Estreia: 05 de janeiro de 2018
Temporada: 25 de fevereiro de 2018
Apresentações: sexta-feira, 21h30; sábado, 20h e 22h; e domingo, 20h
Ingresso: R$40,00 (setor 2) e R$70,00 (setor 1) às sextas-feiras; R$50,00 (setor 2) e R$80,00 (setor 1) aos sábados e domingos*
Duração: 80 minutos
Classificação etária: 14 anos

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.
*Clientes Petrobras PREMMIA e Funcionários da Petrobras têm 50% de desconto na compra de dois ingressos, apresentando documentos que comprovem seus direitos. Desconto não cumulativo com outras promoções.

 
Banner
Banner
Banner
rodape

Gabel Radio Bandeirantes Nutty Bavarian Tea Hub Galetos 1900 Folha CSN Pro Security Conteudo Teatral Sil Rehau Owen Illinois Andritz Consigaz NR Nova Chevrolet Canon INPAO Privalia Tapioca do Quintal Nova Brasil FM Lupo